Oportunidades à vista!

Como um profissional que busca sucesso, estamos sempre dispostos a aprender, a buscar novos conhecimentos e habilidades, a melhorar nosso preparo e formação e, consequentemente, receber oportunidades que impulsionem nossa carreira. O presidente da Sociedade Brasileira de Coaching, Villela da Matta, enumera algumas atitudes que fazem os profissionais perderem oportunidades e atrasa a carreira: - Falta de interesse: pelos procedimentos da empresa, pelas metas, pela cultura organizacional. Não importa se o profissional não pretende ficar na empresa por muito tempo, se está ali enquanto conclui a faculdade ou encontra outra oportunidade, faça sempre o seu melhor. - Incompatibilidade com o perfil da empresa: Villela enfatiza que quando a personalidade e os valores do indivíduo não correspondem aos da organização, insistir no emprego é um erro. Se o profissional não está disposto a se comprometer, acha que tudo é motivo para estresse, melhor não perder tempo. Tentar ser um \"abajur\" na empresa, apenas para receber um salário é uma fonte de desmotivação e atraso na carreira. - Falta de compromisso: toda empresa precisa de resultado e não apenas de ações. Por isso se não está disposto em fazer acontecer, independente se o motivo é a função, o chefe, a empresa ou o salário, melhor repensar seu emprego. O comprometimento pode ser o primeiro passo para aprender a gostar do trabalho e do que faz, aprender novas habilidades e visualizar novas soluções e motivações. - Faltas: faltar por qualquer motivo será interpretado como descaso, organize suas prioridades. - Má utilização de recursos: não use os recursos da empresa para fins pessoais. Se você fosse o dono da empresa também não iria achar justo pagar um salário para um funcionário que gasta seu tempo com redes sociais ao invés de produzir.  - Falta de responsabilidade: esquecer compromissos, recados, informações, demonstra irresponsabilidade e desinteresse. - Excesso de ego: ter o ego muito elevado e não admitir erros prejudicam o profissional, pois a humildade é requisito básico para conquistar o respeito de todos na empresa. - Ócio criativo: outro fator que prejudica um profissional é não ser proativo e criativo, exercitar a capacidade de procurar soluções inovadoras e eficazes é sempre bem vindo. - Falta de bom senso: aprenda a medir suas palavras, falar mal do chefe ou de um colega demonstra falta de ética e respeito. Reconhecer o trabalho como uma oportunidade de aprendizado e de impulsionar a carreira de alguma forma é o primeiro passo para que realmente o trabalho se torne uma boa oportunidade. Quando o profissional está predisposto a fazer o seu melhor, consequentemente terá bons resultados que confirmarão sua competência, seu aprendizado, sua evolução, e a empresa se mostrará uma promissora oportunidade de crescimento na carreira. Pense nisso e sucesso!